CRÔNICA DA SEMANA: ENTRE O REAL E O IMAGINÁRIO

CRÔNICA DA SEMANA: ENTRE O REAL E O IMAGINÁRIO

0 636
"Coração Tatuado" com as fotografias das pessoas que ajudaram uma família necessitada
????????????????????????????????????
Adaias com o autor
????????????????????????????????????
Ana e Alzira Silva
IMG-20160222-WA0001
Professora Antônia, seu esposo e o autor

A imaginação é designada como uma capacidade mental que permite a representação de objetos segundo aquelas qualidades dos mesmos que são dadas à mente através dos sentidos, consiste também na reanimação de imagens sensíveis provenientes de percepções anteriores (imaginação reprodutiva) e nas combinações destas imagens unidades denomina-se imaginação criativa ou produtiva. A imaginação criativa é de dois tipos: a fantasia, que é relativamente espontânea e incontrolada, e a imaginação

????????????????????????????????????
Anny Medeiros
Carlos Eduardo
Carlos Eduardo

construtiva, que é exemplificada na ciência, na invenção e na filosofia, sendo controlada por um plano ou objetivo dominante. Em filosofia, tais qualidades são chamadas de qualidades secundárias (Fonte: google)

Hoje fui pego de surpresa, um leitor do livro “Coração Tatuado” me pára debaixo do jambeiro da delegacia e indaga:

– Dr, Vida e Ramon existem?, eles são reais?.

José Mário
José Mário
Professora Jovita
Professora Jovita

Eu respondi:

– Não sei.

E ele insistente, com as mãos na cintura, rebate:

– Como o senhor não sabe?

Rindo respondi:

– Lembra-te de que começo o livro dizendo: “Entre o real e o imaginário, a verdade e a fantasia, inicio a história de um coração”.

Ele:

Karen Bittencourt
Karen Bittencourt
Professor Ivan
Professor Ivan

– É verdade, entretanto, acho que essas pessoas são de verdade.

E eu perguntei:

– O que lhe faz acreditar que elas são de verdade e não pura criação?

Ele demonstrando que não somente teria lido o livro, mas que fez uma análise me respondeu com segurança:

Rita Aleixo
Rita Aleixo
Robson Alves
Robson Alves

– Há um capítulo que Harley tenta convencer a irmã a conhecer a cidade de Rurópolis e ela diz que seus olhos se enchem de alegria quando ela fala do nosso município. Então, Doutor esse homem já esteve aqui.

Eu:

– Será?

Ele:

– É o que entendi.

Eu:

Romulo alves
Romulo alves
Rosy Araújo
Rosy Araújo

– Será que “eles” não já tiveram aqui?

Foi quando o leitor do livro indagou:

– Eles? O senhor disse: “eles”?

Eu:

-Sim, eles.

E meu leitor:

– Então doutor, eles existem. E eu queria conhecê-los quando eles viessem aqui de novo.

Eu falei:

– Pode deixar.

Velho Rê
Velho Rê
comprovante de deposito
comprovante de deposito

E quando me vi, eu já estava novamente perdido entre o real e o imaginário, a verdade e a fantasia. Disso tudo, vou chegando a uma conclusão que a história de um “Coração Tatuado” está mexendo com muitos corações. Fico honrado e feliz com isso, pois, poderia escrever uma crônica, um conto, uma novela policial e não quis, ainda que com receio, eu resolvi desbravar a literatura juvenil e consegui encantar muitos jovens e adultos, esta é a função do livro com toda sua linguagem e simbolismo.

– Ei doutor me responde a última pergunta.

Ary Vital para as crônica– O quê?

– Os nomes dos personagens são reais? Existe alguém que se chama Vida?

E eu respondi:

– Entre o real e o imaginário, a verdade e a fantasia, o que eu nem mais sei, encerro tais narrativas, contudo, vou te responder afirmando que há tantas Vidas, Ramons, Harleys e tantos outros Corações Tatuados por aí, não é mesmo?

 

modelocordiferenteNOTA DO SITE: O autor do livro “Coração Tatuado”, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, doou vinte e cinco exemplares do referido livro para ser vendidos e o valor arrecadado, foi doado para a família Ferreira Albuquerque, que no momento está passando por uma fase difícil. Com a venda dos livros, foram arrecadados R$ 510,00 já depositados (conforme comprovante) na conta poupança de um dos membros da família. As fotos usadas acima são das pessoas que adquiram o livro e ajudaram a familia necessitada. São elas em (ordem alfabética): Adaias Torres (01), Alzira Silva (03), professora Antonia (01), Anny Medeiros (04), Carlos Eduardo (02), Genessy Santos (01), José Mário (02), professora Jovita (01), Karen Bittencourt (01), Professor Ivan (02), Rita Aleixo (01), Robson Alves (03), Rômulo Alves (01), Rosy Araújo (01) e senhor Renilton (01). Obrigado Doutor… Obrigado pessoal pela confiança, a familia agradece. Antes que alguém pergunte por que 510, é que uma pessoa deu cinqüenta e não quis o troco. Explicado???